Quarta-feira, 23 de Março de 2005

HEPATITE

Para esclarecimento de algumas dúvidas e confusões de alguns comentários sobre a Hepatite

Hepatite é o termo genérico que designa a inflamação do fígado, seja ela consequência de agressão directa ou parte de um processo sistémico. As hepatites mais comuns são as virais – causadas por vírus – e as tóxicas.
A TÓXICA:
- Hepatite medicamentosa, causada por ingestão excessiva ou inadequada de medicamentos
- Hepatite alcoólica; pode ser aguda ou crónica, dá-se por lesão directa da célula hepática e é a causa mais frequente da cirrose hepática.
A VIRAL:
- É causada por vírus.
AUTO-IMUNE:
- É uma inflamação crónica do fígado sem causa conhecida relacionada com as defesas do organismo


Publicado por: Vítor (Algarvio)
publicado por ValNeto às 22:03

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 26 de Março de 2005 às 13:06
Deixo aqui um comentário do nosso amigo Nuno que por motivos técnicos não conseguiu publicar.
Obrigado pelo seu comentário. É bastante útil.

Vítor (Algarvio)

Apenas para completar um pouco, a toxica por ingestão de medicamentos (nomeadamente o nosso amigo paracetamol contido no ben-u-ron bem conhecido por todos os que passaram pelo tratamento e que lhe agradeceram por ter minimizado os efeitos colaterais como eu gosto de dizer) ou por certos agentes quimicos como os produtos de limpeza a seco.

Aguda refere-se a uma duração limitada (como no caso da hepatite A em que a maior parte da população cria defesas proprias quando em contacto com esse virus e consegue anticorpos proprios para a combater) geralmente com o sintoma comum de icterícia ou por outro lado sintomas comuns como parecidos com os da gripe, nauseas, vomitos e perda de apetite.

Já no caso cronico refere-se quando o paciente não consegue pelos seus proprios meios criar defesas e em que o agudo passa a crónico, o que dá origem a uma inflamação persistente ou por outro lado o consumo excessivo de alcool.

A auto-imune já tem a ver com o nosso organismo em que as defesas por ele criadas, em vez de atacarem o agressor atacam o nosso proprio organismo, neste caso o figado pois o reconhecem como agressor onde se destaca a cirrose biliar.
Vitor (Algarvio)
</a>
(mailto:isickull@hotmail.com)

Comentar post