Sábado, 19 de Março de 2005

Atenção Comunicação Social: Apelo Urgente - Hemofílico com Hepatite C precisa de ajuda

Logo-SOS-Hepatites-mini.gif



Transcrevo aqui o apêlo que recebemos para ajuda a um Hemofílico, portador de Hepatite C. Peço especial atenção aos orgãos de comunicação social.


 ««««««Exmos. Senhores Estou a escrever-lhes pois tenho um amigo Hemofílico A portador de Hepatite C que reside nos Açores, concretamente em Angra do Heroísmo e que necessita urgentemente de cuidados médicos. Infelizmente vive numa ilha esquecida, cuja classe médica pouco ou nada quer saber de pessoas doentes, mas que também tem os seus direitos de cidadania. Após inúmeras diligências pessoais, telefónicas e por carta registada, junto da Administração do Hospital, do Director Clínico, da Directora dos Serviços Farmacêuticos, do Responsável da Área da Saúde para a Região Autónoma dos Açores, nada foi feito para alterar a situação precária em que o David Ferreira vive. Como se não basta-se a falta de apoio médico para o tratamento desta coagulopatia hereditária e a falta de acesso ao Factor VIII, não tem tratamento e cuidados médicos para a Hepatite C, ou seja, Interferon e Ribavirina.


Não existem nenhum médico disponível para lhe prescrever os tratamentos, apesar de existirem serviços de Imuno-Hemoterapia, Hemato-Oncologia, Gastrenterologia, etc. o que é feito dos Juramentos Médicos e a Noção de Dignidade Humana? Hoje vemos na Comunicação Social, numa base diária, os alertas para o combate à Hepatite C, o número de portugueses vitimados por esta doença anualmente, a prioridade do Estado Português para o controlo desta doença, enfim uma série de medidas que se aplicam a alguns Portugueses, e que são erradamente dadas ao público, pois nem todos os portugueses tem cuidados médicos, especialmente em Angra do Heroísmo.


O David Ferreira é cidadão de Pleno Direito, tem família, tem mulher e dois filhos menores, irá entrar para as estatísticas nacionais, como um dos que morre anualmente vítima de Hepatite C? Só se iram lembrar de um número para essas estatísticas, infelizmente os números representam pessoas, pessoas que tem sentimentos, sonhos, necessidades… Se a doença progredir, ainda mais, os resultados certamente serão muito pouco animadores, porque adiar e esperar pelo infortúnio dos outros? Se poderem auxiliar este Hemofílico, agradecia.»»»»»»»


MEU COMENTÁRIO:


Essa é mais uma situação que faz fronteira com o absurdo.


Informo aos orgãos de Comunicação Social que tenho os telefones de contacto do senhor que passa pelo problema ( chama-se David Ferreira ) e que vive nos Açores. Já falei pessoalmente com ele e pude constatar a veracidade dos factos. Agradeço toda a ajuda que nos possam dar para que o David receba aquilo a que todo cidadão tem direito.


Val Neto


hepatitec@netcabo.pt


 

publicado por ValNeto às 12:11

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 21 de Março de 2005 às 18:25
expor a situação á entidade reguladora da saúde
</a>
(mailto:)
De Anónimo a 20 de Março de 2005 às 00:13
Agradeço a todos os visitantes habituais deste blog e nem só, que leiam atentamente este caso. Eu particularmente fiquei muito sensibilizada e chocada!!! Mais uma vez está provado o "desgoverno" que existe em Portugal e é bom lembrar que Portugal não é só a região do Minho que se estende até ao Algarve, fazem parte também as regiões autónomas da Madeira e dos Açores, que não devem nunca ser esquecidas.Como bem disse, apesar de serem autónomas, não deixam de estar vinculadas ao Continente, quer a nível político, social, ... Por isso peço, se existe alguém com possibilidades de fazer alguma coisa que o faça!! Obrigado.Patricia
</a>
(mailto:patricia.pal@iol.pt)

Comentar post