Domingo, 19 de Dezembro de 2004

Depoimento 23 - O meu familiar sempre foi uma pessoa de dócil trato mas isso mudou durante o tratamento

Divulgo mais esse depoimento recebido por e-mail a partir de Macau. Não identifico o remetente pois o e-mail não tráz autorização expressa para tal. Temos recebido alguns e-mails também do Brasil e de outras partes do Mundo onde se fala o Português:

«Olá eu quero dar-vos os parabéns pela vossa ideia.

Sou parente de uma pessoa que está agora a terminar o tratamento após 1 ano,
com sucesso. O tratamento, graças a Jesus resultou. Quero dar uma palavra de
estímulo e gratidão pelo trabalho que têm feito de ajuda aos portadores do
virus da hepatite C. O meu familar também foi muito ajudado por uma
associação brasileira através de informações e apoio moral. Gostava que
fizesse chegar também este email à Karen, por ser minha irmã na fé (sou
crente da Assembleia de Deus, de língua portuguesa, de Macau na China).
Karen que o Senhor Jesus te abençoe com a cura, para que o teu testemunho
venha ainda a ser maior, e Lhe seja dada toda a glória. Sou portuguesa, mas
trabalho e resido aqui há 9 anos, foi aqui que foi detectada a doença ao meu
familiar e aqui tem sido tratado. Foram realmente vividos momentos muito
difíceis, especialmente para a sua esposa e filhos. O meu familiar, sempre
foi uma pessoa dócil e de fácil trato, mas tudo isso mudou durante este
tratamento. Mas sabemos que tudo se tornou mais fácil porque, os irmãos da
nossa igreja, não apenas da igreja de língua portuguesa, mas também de
outras igrejas evangélicas de língua filipina, chinesa e inglesa, nos
apoiaram orando e dando palavras de incentivo, às vezes, mesmo quando a
língua não funciona, apenas um abraço apertado e um olhar de solidariedade,
serviam de conforto. Quando falo de conforto estou me a referir, mais até,
aos familiares do que ao próprio doente. É que a família, nomeadamente os
que vivem directamente com o doente que está em tratamento fica muito
fragilizada. É lhes pedido que apoiem o doente sempre, que isso vai ajudar
mas, podem as pessoas continuar a amar e ajudar uma pessoa que está, na
maíoria das vezes mal disposta e frequentemente a querer discutir? Só o amor
e o evangelho do dar a outra face, de amor os outros como a nós mesmos
servem de suporte em alguns momentos.

Que Deus vos abençoe, e que vocês venham a ser poderosos instrumentos de
Deus nesse trabalho, auxiliando pessoas de forma tão importante, talvez
mesmo, só possam vir a ser realmente gratificados por ELE, porque realmente
só quem passa por esta doença e seus familiares podem compreender a dimensão
e o valor desse trabalho.

Jesus seja convosco


PS. Se algum dia vierem por estas bandas, por favor contactem, gostaría de
estar pessoalmente com vocês.»

MEU COMENTÀRIO : Tenho referido aqui no Blog ( e alguns outros infectados e familiares também já se manifestaram a respeito ) que, na minha forma de ver, a "irritabilidade" é um dos piores efeitos colaterais do tratamento ( interferão peguilado + Ribavirina ) pois afecta a nossa vida em todos os aspectos, não só no ambiente familiar. Por isso defendo também a necessidade de uma "preparação/formação" de pelo menos um dos familiares, amigos ou companheiros, que convivem directamente com o paciente em tratamento.

Val Neto
e-mail: hepatitec@netcabo.pt
publicado por ValNeto às 12:51

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 27 de Dezembro de 2004 às 20:39
obrigada pelo email e pela força não tenho dúvidas de que já estou curada já me sinto assim, jesus é maravilhoso . obrigada pelo carinho e preocupaçãokaren
</a>
(mailto:)

Comentar post