Domingo, 21 de Novembro de 2004

Depoimento 20 : Não aguento mais... Já tive uma tentativa de suicídio...

«Viva
Não sei como começar mas vou tentar, o meu desespero perante a Doença que me afecta há varios anos.
Há 8 Anos contraí uma Tuberculose Multi Resistente tive dois Anos de baixa, aí diagnosticaram-me Hepatite B e C o fígado ficou muito afectado pelos medicamentos, e ainda por cima bebia muito, isto em 1996.
Para ajudar a Fábrica onde trabalhava entrou em falência, daí saí para o desenprego, mas arranjei emprego logo a seguir para a Função Pública estou lá há cinco Anos.
Agora recentemente tenho estado tão mal desde cansaço total, depressão, dores de cabeça, sangrar pelo nariz etc.
Fui ao Hospital onde tenho sido acompanhado pelo Médico de Gastro tendo as análises acusado Hepatite C e B, o Médico só disse que tenho que parar de beber, marcando outra consulta para 6 Meses depois.
Meti Baixa Médica há um Ano e na Junta Médica mandaram-me trabalhar, como a minha profissão é de Serralheiro Civil estando sempre com trabalhos forçados, não me sinto capaz de fazer nada e então tive que meter baixa outra vez.
Na junta Médica expliquei a minha situação mas não ligaram nada, agora vou tentar pedir reforma apesar de vir com metade do ordenado mas não aguento mais. Já tive uma tentativa de suicídio.
Só queria que me ajudassem o que eu devo fazer, e será que me dão a reforma perante isto.
Tinha mais que contar mas.. »

MEU COMENTÁRIO : Essa é apenas uma das situações mais complicadas que me têm chegado via e-mail. Pessoalmente, a única forma que tenho para ajudar o autor é colocar aqui o seu depoimento e recomendar que tenha calma e que se afaste do álcool. Aproveito para mais uma vez reafirmar a necessidade urgente de se criar em Portugal um Grupo de Apoio ou Associação que possa dar uma resposta efectiva para situações como essas que não são poucas, repito.

Val Neto
publicado por ValNeto às 15:31

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 21:51
Li o seu depoimento e fiquei comovidade com a sua situação, o que posso te dizer é que é preciso teres muita força de vontade e acreditar em um ser superior, se quiseres ir a minha igreja aí em Portugal o nome é CCVA a fica em alvalade tenho certeza que os pastores vão te dar todo o apoio psicológico de que necessitas. Mas pense positivo e jamais tente tirar uma coisa tão linda que Deus te deu que a vida, a momentos em nossas vidas que não entendemos o porque que as coisas acontecem conosco, mas com certeza é para crescermos e nos tornarmos seres humanos melhores, eu sei que é difícil mas procura tirar proveito deste momento para vc refletir e acredite que até um fio de cabelo que cai da nossa cabeça é porque Deus permite. Força e ore bastante que Jesus vai te ajudar a tomar as decisões corretas.
O que precisares de mim estou a tua disposição no próximo final de semana vou estar aí em Portugal e no domingo vou a minha igraja se quiseres podes vir comigo.

abraços


Karen Matzenbacherkaren Matzenbacher
</a>
(mailto:karendelvi@ig.com.br)
De Anónimo a 21 de Novembro de 2004 às 17:59
Primeiro suicidio não é a solução para o teu problema.
Antes demais tenho de te dizer para deixares de beber eu sei o quanto custa mas quanto mais alcool beberes maior se torna a destruição do teu figado pois o virus agradece todo o alcool que lhe deres para ele se reproduzir e o teu figado ficar cansado em tentar eliminar esse alcool do teu organismo pois está deblitado com o combate contra o virus daí que se deva ao maximo ter cuidado com o que se come para não o sobrecarregar em excesso.
Sendo que não podes começar nenhum tratamento sem teres estado sem beber alcoolno minimo 6 meses talvez por isso o medico te tenha dito para voltares dai a esse tempo, e com coragem para enfrentares a batalha que é o tratamento caso te surja a oporrtunidade de tal.
Alcool é um dos maiores inimigos para o estado do teu figado por isso aconselho-te vivamente a o deixares por vezes pode ser um escape para problemas mas quando a ressaca passa os problemas continuam mas conseguiste agredir um pouco mais o figado por esse motivo não ganhas-te nada pelo contrario perdeste.
Quanto ao teu mau estar como referes depressões seria bom tambem seres acompanhado por um psicologo antes e posivelmente durante o tratamento devidos aos efeitos do interferon.
Quanto a junta medica a doença só por si não encapacita ninguem só em casos realmente bastante graves de cirrose descompensada e afins.
Quanto a reforma não sei como está em termos de legislação portuguesa e hepatite pois ainda não pesquisei para tal, mas talvez só te dê caso tenhas cirrose ou fibrose elevada com destruição de grande parte do figado como acontece nos outros paises (brasil e EUA).
Por isso coragem.Nuno
</a>
(mailto:Godnh@hotmail.com)

Comentar post