Quinta-feira, 4 de Novembro de 2004

Depoimento 17: Todas estas coisas me deitaram por terra...mas contem comigo!

Esse depoimento foi colocado há alguns dias na área de comentários do Blog. Trouxe-o para a página principal pois considero que ilustra bem a falta de apoio e de informação a que, de forma geral, estão relegadas as pessoas que descobrem serem portadoras do vírus da hepatite C e da angústia que isso acarreta.

«Tenho hepatite c há cerca de 10 anos, fui infectado devido a drogas duras das quais me livrei quando soube por mero acaso no hospital que tinha essa doença. Nesse momento tudo me caiu em cima, não era informado sobre o assunto pois isto foi há 8 anos, e nesse momento so me ocorreu uma coisa: Curar-me da Heroína.
Assim o fiz, muito a custo mas consegui, graças à minha família e à minha própria força de vontade.O meu primeiro ano sem drogas duras foi vivido um pouco em excessos no que diz respeito à vida da noite, pois sentia-me super bem e queria era viver e desfrutar pelos cinco anos que andei viciado. Após esse ano comecei a assentar, a namorar e a tirar um curso de informática e passei assim a orientar objectivos de vida em comum com a minha namorada. Nunca mais usei drogas duras a não ser e gosto de ser sincero que fumo todos os dias um cigarro de haxixe para ficar calmo, como se fosse um calmante. Estou a dizer as coisas com a mais pura da verdade. Acontece que desde que tenho internet comecei a questionar-me sobre o vírus e a assimilar informação.
Resultado:
Quando me começo a aperceber da gravidade do assunto passei a estar constantemente em pânico e fui ao médico e ele mandou-me a um Gastrenterologista no Hospital Garcia de Horta que por sua vez me mandou fazer análise para detectar o genotipo do vírus e para eu aguardar pois iria ser chamado em breve para fazer uma biópsia. De facto já se passou um ano e nada me dizem e neste ano fui assimilando muita informação e confesso...tenho....tenho muito medo. Sinto-me a modos que só, mesmo acompanhado, estou sempre enfiado em casa e qualquer coisa ou dorzita que sinta na zona abdominal fico em pânico. Não sei com quem falar...perdi o meu trabalho devido a estar sempre deprimido e de momento ajudo a minha mãe num cafezinho que ela tem. Sinto como se a minha cabeça fosse explodir de tanta incerteza e afliçao e devido a tudo isso fico super instável emocionalmente.
Peço-vos desculpa por este desabafo mas quando vi a entrevista da Karen decidi falar algo por aqui...mais que não seja desabafar um pouco o que sinto.
Depois de me ter livrado das drogas duras e me recuperar e definir objectivos de vida...foi como se uma tormenta se abatesse em mim. Não sinto gosto por nada,,,,,tudo é muito vago e as coisas perderam um certo sentido , pois só penso que vou morrer cedo e que vou sofrer e acima de tudo sentir o sofrimento de minha família. Confesso que já pensei em muita coisa quando andei muito deprimido...coisas do género de desaparecer!...Agora estou mais estável pois tenho acompanhado a informação de maneira mais selectiva pois há muita coisa na net e para quem nunca soube nada foi uma carga muito grande que não consegui digerir.
Eu inclusive deixei de tomar qualquer género de bebida álcoolica por medo devido ao excesso de álcool que consumi nos primeiros tempos de cura.
Presentemente e para não ter que ir para um psiquiatra apenas consumo um cigarro de haxixe como por ritual cerca de meia hora antes de me deitar. Nem é para me sentir "pedrado", é que o haxixe faz-me ficar calmo e tenho uma noite de sono tranquila. Se assim não fosse decerto teria de andar a tomar ansiolíticos, anti depressivos etc etc.
Eu sei que me podem criticar mas esta droga leve funciona como um medicamento autêntico na estabilização do meu humor.
Neste momento estou à espera de uma consulta no meu médico da caixa mas lá vou eu de novo para o Garcia de Horta..e ando assim...
Não tenho muitas posses, mas quem me aconselham como bom médico para me ajudar? E um psiquiatra?
A minha vida está a modos que bloqueada...não caso, não sei se quero ter filhos...(pois estarei cá para os acompanhar)?...todos estes medos estão a dar comigo em nem sei o quê!...
Se precisarem de alguma coisa...para ajudar a formar uma Associação...sei lá...algo em que possamos partilhar uns com os outros sem sermos rotulados. Nem sequer me deixaram fazer um seguro dentário porque tenho o vírus:(...quando disse à minha dentista que era portador ela nunca mais me atendeu. Gostava que me pudessem indicar um dentista que seja bem informado e não tenha problema por eu ser portador.
A população em geral está mal informada....não temos apoio nenhum....Por exemplo, eu estava a trabalhar numa loja de roupa e era um excelente funcionário, dinâmico, bom com os clientes...até me subiram para responsável de turno. Assim que fomos à inspecção médica que é rotina foi detectado algo de errado nas minhas análises. Mandaram fazer específicas e só sei que no fim do contrato mandaram-me embora e antes tinham-me dito que quando eu viesse de férias já tinha a renovação para assinar.
Todas estas coisas me deitaram por terra...estou sem trabalho...vou ajudando a minha mãe mas não chega.
Gostei da Karen na entevista, ela tem uma força muito grande. Quanto a ti meu caro criador do site só te posso dizer uma coisa: muitos parabéns pelo empenho.
Muito obrigado a todos e contem comigo!

Vitor»

MINHA RESPOSTA:
Olá Vitor O seu depoimento é bem ilustrativo das dúvidas e de "um certo abandono" que sentimos todos ( uns mais, outros menos ). Quero dizer-te algumas coisas : 1 - Mantenha a calma, o pânico não o ajuda em nada. 2 - Continue afastado das drogas e do álcool. Caso inicie o tratamento com interferão e ribavirina, não deve consumir Cannabis, de preferência 6 meses antes do início ou durante o mesmo, segundo informação que consta do livro "120 perguntas sobre a Hepatite C" da editora Quimera que me parece um bom e actualizado manual para quem quer informar-se sobre a Hepatite C e sobre o tratamento. - 3 -Converse com a sua médica, diga-lhe como se sente e peça novas consultas a um Gastroenterolgista ou Hepatologista e também consulta psquiátrica. Guarde todas as suas análises, inclusive biópsias , se for o caso. Você tem direito a elas ! Vá ao Garcia da Horta e peça ao Gastroenterolgista os resultados das análises que fez. - 4- O Fígado via de regra não dói e a Hepatite C geralmente não apresenta sintomas. Não tenha medo, há possibilidade de cura e há como "ratardar" a acção do vírus preservando qualidade de vida. É importante a biópsia para determinar se há necessidade ou não do tratamento e a extensão do dano eventualmente já causado ao fígado. Sabe-se também que pessoas contaminadas quando jovens tem mais possibilidades de cura do que se fossem contaminadas mais tarde. Pelo que me apercebi, ainda és um jovem. Ampare-se no apoio que lhe dão a sua namorada e familiares, desabafe, não se isole, faça uma vida normal. Não tente enfrentar sózinho todas essas dúvidas e situações, mantenha uma atitude positiva. Mas não neglicencie o seu tratamento. Tem direito a ele ! Se as coisas não andarem procure o Santa Maria ou Egas Moniz. Mantenha contacto com o Blog. Sempre pode dar jeito e aparecer uma informação útil. Força !

Val Neto
publicado por ValNeto às 13:10

link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Anónimo a 18 de Novembro de 2004 às 01:39
Obrigado pela força!
Neste momento aguardo que me digam qual o genotipo que tenho.Fiz uma ecografia ao figado
e o relatorio diz que tenho um pouco de volume talvez devido a um pouco de esteatose.As analises estao normais excepto a Alanina Aminotransferase que tem como referencia valores entre 7 - 37 e eu tenho 40.E tambem o Aspartato Aminotransferase que esta mais alto ainda sendo as referencias de 7-40 e eu tenho 104.Aguardo tambem que me chamem para uma biopsia.
O meu problema com o tratamento é que confesso que estou muito pessimista devido aos efeitos psicologicos. Sou um tipo muito stressado e sempre ansioso mesmo que nao o aparente e por exemplo o haxixe funciona como um estabilizador de humor e calmante confesso.Para se iniciar o tratamento tenho de estar sem consumir 6 meses mas que faço com toda a ansiedade e se ja tenho tendencia para depressao de humor?tudo isto me confunde...sim, é possivel que me receitem um ansiolitico e talvez ate um indutor do sono mas...acho que precisava mesmo de falar com algum psicologo ou psiquiatra sei lá...tenho tanta coisa na cabeça...a uma tal rotação que nem sei explicar...
Fico grato pelos vossos comentarios e desculpem la os desabafos mas hoje, digamos que estou em dia não...amanha talvez acorde com uma melhor disposição mas hoje...definitivamente nada é nada de nada.
Do melhor para voces e para os vossos

Vitorvitor
</a>
(mailto:titus91@hotmail.com)
De Anónimo a 5 de Novembro de 2004 às 11:25
Vitor
Antes demais já venceste uma grande batalha pois deixaste a heroina.
Quanto a hepatite tens de arranjar força pois vem por ai outra grande batalha, como tu referiste deixaste o alcool para o bem do teu figado agora essa depressão tens de arranjar força para a mandares embora talvez para isso necessites de uma ajuda e quanto ao cigarro de haxe tens te tentar tambem de o deixar de parte pois para iniciares o tratamento o alcool e as drogas mesmo que as leves não devem estar presentes nem durante nem 6 meses antes e quem diz este tempo depois tambem não voltas a depender delas.
Tenta falar disso a medica de familia para ela te recomendar um psiquiatra e uma nova consulta de hepatologia mas desde já te aviso que nem todos os psiquiatras estão aptos para quando iniciares o tratamento mas isso se o hepatologista for responsavel e humano talvez te coloque num desse hospital pois o tratamento manda bastante uma pessoa abaixo quer a nivel emocional como mental mas o mental deste que te concentres depois no tratamento e em manter a cabeça ocupada corre melhor.
Desde já fico a torcer por ti e corajem e não penses no pior pois a hepatite é para alem de uma doença silenciosa é lenta tambem desde que cuidemos do nosso figado, quer com a bebida quer com a comida evitando os -antes (corantes refrigerantes ,etc )quer o excesso de fritos tenta comer mais legumes e fruta e passar a comer mais carne branca que a vermelha.

Fica bem
</a>
(mailto:)
De hugo25@hotmail-co.uk a 13 de Maio de 2008 às 09:23
nao consigo para e gostava de ter ajuda ,,,conselhos??............ainda e tao cedo e ja bebi tantoajudem me msn hugo25@hotmail.co.uk
De isabelle a 28 de Abril de 2009 às 00:39
poxaa q penaa......

mais issu passou ainda bem!!!

te cuidaah
De Anónimo a 4 de Novembro de 2004 às 20:42
vitor, não é só o autor do blog que está de para bens, tu tambem estás, pela força de vontade que demonstraste ao expor o teu caso, e pelo que contaste sobre a tua vida.Eu tenho um irmão que está mais ou menos na mesma situação que tu.Trata de vêr em que ponto da situação está a tua doença, talvez nem esteja assim tão má, e quem sabe os longos anos de vida que ainda te esperam. Lembra-te que é muito pior o medo de sofrer do que o próprio sofrimento! Patrícia
</a>
(mailto:patrícia.pal@iol.pt)
De Anónimo a 6 de Abril de 2006 às 13:48
olha pá eu tenho 48 anos e hepatite c praí há 10 anos ou mais.
Estive em santa maria 1 mês internado quando me foi detectado o problema (tive uma crise aguda de figadeira)
lá proibiram-me o alcool e claro deixei completamente de beber
ao principio estive como tu. agora ja nao e problema
eu tinha uma vida complicada e lixada.
desde q deixei de beber passei a sentir-me bem comigo proprio e cada vez mais de ha 10 anos pra ca
claro tenho os meus periodos maus como toda a gente mas isso pouco ou nada tem a ver com a hepatite
digo-te pa: continua a tratar-te claro e hoje ha mta coisa q pode minimizar e até acabar com o problema
mas acima de tudo nao bebas nao te drogues e toma cuidado (sem exageros) com a tua alimentaçao
de resto caga nisso e vive feliz
um abraço
De raquel a 21 de Julho de 2008 às 11:22
Amigo, todas as questões são pertinente quando pensarmos na morte.
Devo dizer-te que a medicina já está a ponto de reconhecer os sintomas e tratar-te a tempo. Há quem me diga que irei morrer de outra coisa que não a hepatite C.
Sim é difícil viver sabendo que somos portadores de uma maleita que nada podemos fazer.
Deves considerar outras coisas que aconteceram na tua vida… e falo-te… do estilo de vida que adoptas-te, SAUDÁVEL.
As depressões são normais quando temos problemas no fígado.
O fígado esta ligado aos sentimentos da raiva e claro a culpa.
Há que gerir da melhor maneira os nossos medos.

Quanto ao seguro. Hoje em dia já não se pode recusar um seguro, uma lei da comunidade não permite a exclusão de qualquer tipo de pessoa.
Provavelmente será te imposto uma sobre taxa.
Mas para bons males bons remédios. Mente no relatório que entregas à seguradora. Estás a ser tratado no Garcia da Horta por causa da hepatite. Por isso a seguradora não necessita saber.
Quanto à médica que não te quis tratar tens que respeitar.
Há muitas pessoas que não conseguem fazer isso, mas fica sabendo que existe muitos outros que te querem tratar e garanto-te que o farão tão bem quanto todos os outros.

Amigo ama como se fosse o último dia da tua vida, transpira felicidade e a vida sorri para ti também.
A maior parte das doenças vêm quando estamos ma psicologicamente em baixo.
A tua dor dói-me
De hugo25 a 26 de Fevereiro de 2010 às 03:39
carissimo desejo que apague do seu blog o comentario feito por mim pela minha conta de mail sabera a que me refiro. agradeço imenso a sua cooperaçao.
http://hepatitec.blogs.sapo.pt/136818.html
De silvio pasqualini neto a 7 de Junho de 2011 às 14:01
meu nome é silvio moro no espirito santo,fui usuario de drogas no periodo de 11 anos, hoje eu vivo uma eterna recuperação tenho 28 anos e as drogas me fez perder tudo minha mulher minha diginidade meu caracter mas hoje a quase 1 ano limpo tenho fé em reconstruir tudo novamente na presença de Deus,fico muito feliz quando vejo que alguem venceu o vicio e hoje vive sem as drogas.sofri muito ,comecei com o uso de maconha depois fui para a cocaina e por fim me afundei no crack foi muito doloroza a minha luta contra as drogas mas hoje eu agradeço por tudo que passei com as drogas pois me fez crescer muito como ser humano,hoje a minha maior luta é se uma pessoa melhor mas também é que Deus devouva minha amada se for de sua vontade,agradeço pela oportunidade sempre que eu tiver oportunidade vou passar minha esperiencia com as drogas para que jovens reflitem sobre esse mal que veio para acabar com nossos jovens.obrigado!tel02899789650-02835554849.....!

Comentar post