Sexta-feira, 16 de Julho de 2004

Quais são os sintomas da Hepatite C ?

A maioria dos doentes não apresenta sintomas, e apenas uns poucos desenvolvem icterícia. Por isso a hepatite C também é conhecida como "a doença invisível" e daí o risco da descoberta do vírus só ocorrer em fase já avançada da doença o que pode dificultar ou mesmo impedir o tratamento convencional ( interferão peguiilado + ribavirina ).


A hepatite C frequentemente começa como uma gripe suave após um período de incubação de um a três meses. Contudo, a maioria das pessoas (até 75%) nada sente ou, no máximo, é acometida de sintomas muito leves. Estes sintomas iniciais são, em geral, menos graves do que os da hepatite B. Porém, a longo prazo, a hepatite C ocasiona consequências mais danosas, até décadas depois da infecção inicial. O desenvolvimento da doença varia de indivíduo para indivíduo e também em função do genoma do vírus ( existem diferentes "famílas" de vírus da hepatite C ).


Na fase aguda (primeiros meses), as pessoas sofrem elevações das transaminases detectadas no sangue. Níveis elevados das enzimas hepáticas, chamadas transaminases, indicam que o fígado está inflamado.


Em alguns casos, poucas semanas depois, à medida que estes sintomas iniciais começam a desaparecer, algumas pessoas podem ter icterícia na pele e nos olhos, o que indica que o fígado não está processando correctamente a bilirrubina. A bilirrubina é um pigmento biliar descarregado pelas células vermelhas moribundas, processada normalmente pelo fígado e eliminada pelas fezes. Se o fígado não funciona normalmente, a bilirrubina acumula-se na corrente sanguínea e ocasiona a icterícia. Parte do excesso de bilirrubina é eliminado pela urina, que pode ganhar a coloração marrom-escura. Ao mesmo tempo, como o pigmento não passa pelos intestinos, as fezes podem ficar incomumente claras ou cor de lama. Apesar de ser um sintoma associado à hepatite, a icterícia geralmente não aparece nos infectados com a hepatite C.


A infecção crónica pode ser associada a sintomas como fadiga, náuseas, dores articulares, ou musculares, pernas pesadas e cansadas, principalmente à tarde, e à sensação de desconforto na parte superior direita do abdómen. Geralmente, os doentes somente desenvolvem alguns destes sintomas quando ocorrem complicações hepáticas avançadas.

publicado por ValNeto às 12:00

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.subscrever feeds

.posts recentes

. Missa do 7º dia

. Comunicação

. Contactos da SOS HEPATITE...

. A séde da SOS Hepattes es...

. Fibrotest e ActiTest, sub...

. Os direitos dos doentes

. Arranque público da petiç...

. Variações nos níveis das ...

. URGENTE - Importante Noti...

. Colabore com a petição a ...

.as minhas fotos

.as minhas fotos

blogs SAPO